Este final de semana, dias 7 e 8 de outubro, com a participação de 447 Atletas de 118 Agremiações do Brasil, aconteceram o Troféu Brasil de Judô, no Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, Minas Gerais e o Judô Comunitário Instituto Reação se destacou mais uma vez no cenário nacional, conquistando a quarta colocação geral.

Foram Uma Medalha de Ouro, Uma Medalha de Prata e Sete Medalhas de Bronze, além de dois quintos lugares e três sétimos lugares, que garantiram a quarta posição para o Judô Comunitário Instituto Reação.

Na primeira colocação geral ficou o Esporte Clube Pinheiros (SP) com 7 Medalhas de Ouro, 5 Medalhas de Prata e 4 Medalhas de Bronze. Na segunda colocação ficou o Minas Tênis Clube (MG), com 4 Medalhas de Ouro, 4 de Prata e 4 de Bronze. Na terceira colocação a SOGIPA (RS), com 2 Medalhas de Ouro, 3 de Prata e 4 de Bronze. Na quinta colocação, surpreendendo várias agremiações tradicionais do Brasil, ficou Nunes Associação Esportista de Cacoal - NAEC (RO), com apenas um participante que conquistou a medalha de ouro.

A Medalha de Ouro conquistada pelo Instituto Reação, veio na categoria Leve (57 kg), onde a Agremiação possui as três melhores atletas do Brasil, na atualidade, incluindo a Campeã Olímpica, Rafaela Silva, além de Tamires Crude e Flavia Cruz.

Dessa vez deu Tamires Crude que começou vencendo nas preliminares, COELHO, Samila AIF (AP), SILVA, Elizabete ABA(PE) e GONZAGA, Gabrielle SOG(RS).

Na semifinal, encontrou com Rafaela Silva, que protagonizou um momento de "solidariedade" a sua colega de time, quando desistiu do combate para que Crude tivesse a oportunidade de fazer a final do peso Leve contra Flavia Cruz, também do Instituto Reação.

Na decisão, Tamires venceu Flavia por ippon e levou o bicampeonato do Troféu. Rafaela ficou com bronze depois que Manoela Costa (Sogipa) também desistiu do combate por causa de uma lesão no joelho. A novata Gabrielle Gonzaga (Sogipa), de 16 anos, completou o pódio com o bronze.

"Eu sabia que as meninas do Reação estavam vindo forte então eu optei por dar essa oportunidade para elas decidirem ali no tatame quem ia seguir na competição e tentar marcar alguns pontinhos para sair da Seletiva. Eu estou fazendo a minha parte de ajudar elas a crescerem também. Eu fui apoio da Ketleyn Quadros, então sempre que tem uma atleta forte na categoria faz todo mundo crescer junto", explicou a campeã olímpica do Rio 2016, Rafaela Silva.

Felicidade define!!!

Ontem participei do Troféu Brasil e fui Campeã mega feliz pela competição que fiz, só tenho a agradecer primeiramente a Deus, meus sensei @geraldobernardesjudo, Daniel, moskão meu preparador físico Josué/Vicente, minha coach f*** pra C*** @nellsalgadocoach a @marinhaoficial, meus colegas de treino e a todos que estava na torcida!

Um dia choramos de tristeza e outro de alegria e assim é o esporte! Palavras de Tamires Crude.

As outras seis medalhas de Bronze conquistadas pelo Instituto Reação vieram com DA SILVA, Julia (44 kg), DA CRUZ, Diego (55 kg), FARIAS, Larissa (48 kg), SEIXAS, Marcos Eduardo (81 kg), DA SILVA, Ruan (+100 kg) e CRUZ, Luiza (+78 kg).

Exaltamos as classificações de Diego Cruz e Luiza Cruz, recém-saídos da Classe Juvenil que já começam a despontar na Classe Sênior.

Além do Instituto Reação, outras cinco agremiações do Rio de Janeiro, participaram desta edição do Troféu Brasil, obtendo as seguintes colocações: Jequiá Iate Clube (19º lugar), com três quintos lugares, União Judô Clube (23º lugar), com um quinto e um sétimo lugares, Clube de Regatas do Flamengo (25º lugar), com um quinto e um sétimo lugares, Fluminense Football Club (40º lugar), com um sétimo lugar, além da Associação Matsuda de Judô, que não teve atletas classificados.

O JUDÔ CARIOCA parabeniza todos os Atletas e Agremiações presentes no Troféu Brasil de Judô 2017.

Destaque

David-Moura-2017.jpg

Parceiros

Banner